Saiba identificar os sintomas da DTM

Você já ouviu falar em DTM? É o nome que se dá à “disfunção temporomandibular”, um conjunto de alterações que afetam as articulações da boca e os músculos da mandíbula. Essa região também é conhecida como articulação temporomandibular (ATM).

A condição é diagnosticada pelo odontologista e encontra nesse momento uma das maiores dificuldades, já que a DTM pode ser causada por uma série de fatores, como estilo de vida, alterações hormonais, traumas locais, períodos de estresse e ansiedade, entre outros.

Quais são os sintomas da DTM?

As pessoas que sofrem com a DTM costumam relatar incômodos como:

– Dores constantes de cabeça;
– Dificuldade para mastigar;
– Estalos ao movimentar a mandíbula e sensação de desencaixe;
– Limitação de abertura bucal;
– Sensação de ouvido entupido ou zumbidos;
– Dores no pescoço e nos ombros;
– Cansaço nos ombros e pescoço;
– Surdez parcial, tamponamento e zumbido no ouvido;
– Desgaste e quebras dentais;
– Vertigem e sensação de rosto cansado.

Esses sintomas podem ser facilmente confundidos com outras condições, o que dificulta um diagnóstico preciso pelo profissional.

Para ter o diagnóstico da DTM, preciso ter todos esses sintomas?

Não! Há pessoas que sentem apenas alguns dos sintomas relatados e sofrem com a DTM. Por isso, uma consulta com um cirurgião-dentista é fundamental para o profissional avaliar o caso de forma personalizada.

Além de fazer perguntas sobre os sintomas e o estilo de vida do paciente, ele também fará um exame físico para verificar os músculos da ATM.

Além disso, exames complementares como ressonância magnética e tomografia computadorizada, também podem ser indicados em determinados casos.

Precisa de ajuda? Clique aqui e fale com a NASO.

Related Post

Publicado por


Comentários no Facebook