4 cenários que indicam a hora de trocar sua escova de dente

Você já foi avisado para observar as cerdas e ficar atento ao tempo de uso, mas talvez nunca tenham te preparado para as situações mais inusitadas que poderiam acontecer e te obrigar a trocar a escova de dente. Apesar de alguns cenários serem para lá de inesperados, eles não são assim tão incomuns.

1- Quando seu animal de estimação pega a escova de dente
Não importa a quantidade de brinquedos caros que você compre para eles, os peludos vão sempre tentar buscar outras alternativas de diversão pela casa. Se o seu bichinho de estimação encontrou a sua escova de dente, talvez seja melhor deixá-la com ele. Pelo bem da sua saúde bucal, e para felicidade do companheiro de quatro patas, a solução será trocá-la.

2- Quando a escova de dente cai no vaso sanitário
É provável que você nem saiba explicar como aconteceu, mas, por um descuido, ela foi parar lá. A escova de dente, que deveria ficar o mais distante possível do vaso sanitário, está dentro dele. Mas e agora?! Se a sua primeira reação foi salvá-la imediatamente, esteja avisado: é melhor desistir. Pela quantidade de bactérias a que foi exposta, a melhor opção é jogar fora e substituí-la de uma vez.

3- Quando outra pessoa usa sua escova de dente
Você e seu irmão têm escovas bem parecidas e, um belo dia, ao manusear a sua, algo está estranho. Por que as cerdas estão molhadas se você ainda nem escovou os dentes? Sim, a realidade é o que parece: alguém usou sua escova antes de você. Se foi por engano ou de propósito, não importa mais, por isso, nada de brigas. Descarte o item e, pelo menos nesse caso, aprenda a lição: quanto mais diferentes forem os modelos, melhor.

4- Quando a escova de dente some e aparece em outro lugar
Quem já viajou para algum acampamento, ou dividiu casa com um grupo de amigos, sabe que organização é tudo. Estar com várias pessoas juntas e deixar os pertences espalhados pelo local é correr o risco de, talvez, não vê-los nunca mais. Até mesmo nos casos em que eles são encontrados, como saber por onde andaram? Assim, caso a sua escova tenha desaparecido em um ambiente coletivo e, depois, reaparecido magicamente, é melhor não dar bobeira.

Mas será que a troca é realmente a única alternativa?
Ainda que pareça uma reação exagerada, ou que te orientem a apenas higienizar a escova e manter o seu uso, lembre-se: antes se precaver do que correr atrás de prejuízos no futuro, certo? Nas horas em que a dúvida aparecer, a prevenção é sempre o caminho mais aconselhável.

Fonte: Sorrisologia

Respiração pela boca é prejudicial à mastigação e pode provocar problemas bucais, como a xerostomia

Respirar pelo nariz e soltar pela boca. Você certamente já ouviu essa recomendação em algum lugar. Não por acaso, ela é realmente a melhor forma de se respirar. Contudo, é comum encontrar muitas pessoas que fazem a respiração pela boca – e não pelo nariz. Para alguns pode ser encarado apenas como um hábito, mas para outros pode ser consequência de problemas respiratórios causados por alergias, por exemplo. A verdade é que essa prática não é certa e pode desencadear outros novos problemas, como na saúde bucal, afetando ainda a mastigação.
Continue lendo “Respiração pela boca é prejudicial à mastigação e pode provocar problemas bucais, como a xerostomia”

Gengivite pode ser hereditária?

A gengivite é uma doença que afeta a gengiva e pode ser notada na presença de alguns sintomas como sangramento, que pode surgir durante a escovação, e inchaço gengival. O problema, em geral, é fruto de uma higienização inadequada ou até mesmo a falta dela. Entretanto, seria esse o único agente causador? É possível que, mesmo mantendo uma boa limpeza, o paciente contraia a gengivite por fatores hereditários, por exemplo? Confira as respostas sobre o assunto!

Continue lendo “Gengivite pode ser hereditária?”

Tártaro na gengiva: entenda as complicações desse quadro

Pode acontecer por conta da preguiça já tarde da noite ou a correria no trabalho que não deu um tempinho extra. São diversos os momentos que ocorrem o descuido de não realizar a higiene bucal diária. Pode parecer só um simples esquecimento, mas não se engane, ele abre várias possibilidades de problemas bucais, tanto dos dentes como na gengiva. O tártaro pode ser destacado. Quando não há higiene bucal ou quando ela é feita de forma ineficiente, o acúmulo desse cálculo dental na gengiva pode causar complicações para sua saúde bucal. Entenda mais sobre esse quadro.

Continue lendo “Tártaro na gengiva: entenda as complicações desse quadro”

Cárie dentária: O que é, quais os sintomas e como prevenir?

As cáries dentárias são um dos os problemas bucais mais comuns que existe, capaz de acometer pacientes de todas as idades. Tudo começa com o acúmulo de alimentos nos dentes somado à má ou falta de higiene bucal, que resulta nas lesões bacterianas. A boa notícia é que essa doença pode ser evitada com uma rotina de cuidados dentais e visitas regulares ao dentista.

Continue lendo “Cárie dentária: O que é, quais os sintomas e como prevenir?”